Close

Comunidades do Samba

No pré-carnaval de 2009, um bloco recém criado em São Paulo do qual eu fazia parte, o Agora Vai, foi convidado para integrar uma ala da Escola de Samba Camisa Verde e Branco, uma das mais antigas e tradicionais agremiações de São Paulo.

Me encantei com a união da comunidade e acabei acompanhando diversos momentos de preparação da grande festa popular: ensaios na quadra, confecção de roupas, montagem dos carros alegóricos, ensaios técnicos, até o desfile final.

Em meados do mesmo ano, resolvi levar algumas fotos para as ruas do Rio de Janeiro, com a ideia de interagir com novos públicos que teriam relação com a temática retratada. Liguei para a Estação Primeira de Mangueira e atende a simpática Dona Graça, que me conta que a escola era a madrinha carioca da Camisa Verde e Branco e, para minha surpresa, o presidente da Camisa também estava na cidade para a grande feijoada de abertura das atividades do ano.

No dia do evento, colei as fotos em formato “lambe-lambe” na entrada da escola, na quadra e também nas ruelas da comunidade. A direção da escola acabou me convidando para fazer o mesmo com eles: acompanhar toda a preparação e desfile do Carnaval de 2010.

Dona Graça era responsável pelos projetos sociais da escola, e me apresentou a comunidade, as relações de fé e amizade entre os moradores, e ainda me hospedou diversas vezes em sua casa, nas divertidas noitadas de festa na quadra da escola.


Publicações e Exibições:
– Offestival do FotoRio, intervenção urbana nas ruas do bairro de Santa Tereza e no morro da Mangueira, julho 2009
– Exposição coletiva “Pernambuco convida”, curadoria de Simonetta Persichetti. Arte Plural Galeria, Recife, Março 2010
– Revista Raiz, número 9, setembro 2011